Ir para o conteúdo

Fundación MAPFRE apresenta resultados de terapia celular personalizada para o tratamento de lesões medulares

São Paulo, 23 de setembro de 2016 – A Fundación MAPFRE acaba de divulgar os resultados do primeiro estudo clínico de terapia celular personalizada em pacientes com lesão medular completa e crônica, realizado pela equipe do neurocirurgião Jesús Vaquero, do Hospital Universitário Puerta de Hierro Majadahonda, de Madri, na Espanha.

A intervenção, realizada pela equipe multidisciplinar da instituição, consistiu na implantação de células-tronco mesenquimais – ou seja, células que podem dar origem a diversos tipos de tecido diferentes do próprio paciente no local exato da lesão medular. A técnica é personalizada para cada paciente e é realizada por profissionais altamente qualificados do Hospital Puerta de Hierro, de acordo com as características de cada lesão diagnosticada por neuroimagem. 

O estudo teve início em julho de 2013 e contou com a participação de 12 pacientes. Os resultados foram publicados na revista científica Cytotherapy, uma das mais respeitadas do gênero no mundo, editada pela Sociedade Internacional para a Terapia Celular (ISCT), e trazem esperança para os pacientes que buscam tratamento para tais doenças.

Em todos os casos analisados, houve melhora da sensibilidade e da espasticidade, ou seja, da rigidez muscular. Mais de 80% dos pacientes tiveram melhoria do controle do esfíncter, além de melhores condições da função sexual e da dor neuropática, que pode ser definida como uma percepção anormal da dor em diferentes partes do corpo, ocorrida, nesses casos, pelo transtorno do sistema nervoso central. Além disso, mais de 50% dos pacientes manifestaram a recuperação das funções motoras.

O estudo clínico é resultado de um trabalho de mais de 20 anos de pesquisa, realizado graças ao suporte de instituições como a Fundación MAPFRE e a Fundação Rafael del Pino, com um auxílio financeiro imprescindível para o avanço dessa linha de investigação.

Os presidentes das duas Fundações, Antonio Huertas e María del Pino, declararam seu compromisso com o desenvolvimento de pesquisas médicas e, especialmente, com este projeto na atualidade e em um futuro próximo.

O presidente da Fundación MAPFRE reafirmou seu compromisso de continuar apoiando “este impressionante trabalho de investigação médica que abre uma porta de esperança para milhares de pessoas com lesões medulares no mundo todo”.

A Fundación MAPFRE foi a primeira instituição a apostar nesse projeto, contribuindo, desde o começo, para o financiamento dos estudos e ensaios clínicos necessários, testemunhando os esforços e progressos alcançados. A Fundación apoiou mais de 800 projetos de pesquisa no mundo todo nos últimos anos e investiu um total de aproximadamente 1,5 milhão de euros nesse projeto.

A lesão medular traumática representa um dos maiores problemas médicos e sociais enfrentados pela população mundial, que ainda não pode contar com terapias efetivas capazes de recuperar as consequências neurológicas resultantes dessa doença. O avanço de estudos como esses podem representar uma nova esperança para milhões de pessoas acometidas por esses males.

Sobre a FUNDACIÓN MAPFRE
Com sede na Espanha e atuação em diversos países da Europa e América Latina, a FUNDACIÓN MAPFRE é uma instituição sem fins lucrativos, que desenvolve uma série de atividades voltadas para melhorar as condições de vida de grupos menos favorecidos, contribuir para a prevenção de acidentes, disseminar a segurança viária, promover a educação para o seguro, ampliar o repertório cultural da sociedade e favorecer o acesso à informação e à pesquisa. Site: www.fundacionmapfre.com.br/

Outras informações sobre FUNDACIÓN MAPFRE:
CDN – Comunicação
Renata Silveira| + 55 11 3643-2748 | renata.silveira@cdn.com.br
Vilma Balint | + 55 11 3643-2837| vilma.balint@cdn.com.br
Fernanda Monteiro | + 5511 3643-2804 | fernanda.monteiro@cdn.com.br

Voltar ao topo