Ir para o conteúdo

MAPFRE Investimentos: atividade econômica segue em busca de recuperação

São Paulo, 10 de abril de 2017 – A semana de 10 de abril contará com a divulgação pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) de diversos indicadores de nível de atividade da economia brasileira. Entre as principais divulgações estão a Pesquisa Mensal do Comércio e a Pesquisa Mensal de Serviços. A expectativa da MAPFRE Investimentos é de que estas pesquisas apresentem variações de -8,5% e -7,1% em fevereiro de 2017, respectivamente, ante fevereiro de 2016. O IBGE deve também divulgar a pesquisa Produção Industrial Regional, com a desagregação da produção industrial por estados, bem o Levantamento Sistemático da Produção Agrícola, com os prognósticos da safra do período.

Diante dessas divulgações, quais são os diagnósticos e prognósticos da MAPFRE Investimentos para o nível de atividade da economia brasileira? Não se pode negar que alguns dados vêm demonstrando sinais de recuperação. As exportações apresentam sinais de melhora. De fato, as vendas externas cresceram 51% em fevereiro de 2017 ante fevereiro de 2016. Também chamam a atenção as evoluções positivas da confiança do consumidor e do empresário industrial. Tanto o Índice Nacional de Expectativas do Consumidor, o INEC, como o Índice de Confiança do Empresário Industrial, o ICEI, ambos da Confederação Nacional da Indústria (CNI), sinalizam melhoras na margem em relação ao final de 2016.

Mas isso não significa uma tendência inequívoca de recuperação. Vale frisar que as exportações vêm sendo impulsionadas por preços de produtos básicos, em especial o minério de ferro. Dadas as características do extrativismo mineral, tais exportações têm reduzida capacidade de estimular outros setores. Em relação à confiança, por sua vez, foi possível aprender no ano passado que a capacidade desta contaminar positivamente a demanda interna pode ser mais limitada do que o imaginado. Há ainda outros agravantes. O país passa por um pleno processo de desalavancagem das famílias e das empresas. Isso compromete uma possível retomada das concessões de crédito por conta da redução da taxa de juros.

A conclusão é de que não se pode contar com a recuperação da atividade econômica no curto e médio prazo. O crescimento dessazonalizado do Produto Interno Bruto (PIB) do primeiro trimestre de 2017 deve ser inferior a 0,5% na comparação com o trimestre anterior. Diga-se de passagem, os dados já divulgados de mercado de trabalho e produção industrial deste trimestre corroboram essa visão. O que também se pode dizer é que essa acomodação da atividade, justamente neste primeiro trimestre, possui efeito estatístico não desprezível para PIB do ano. Vale lembrar que o “carry over” do PIB 2016 já é de -1,1% para o PIB 2017. A MAPFRE Investimetnos segue com projeção de estabilidade para o PIB de 2017.

GESTÃO
A última semana foi de leve realização para o Ibovespa por conta da possibilidade de não aprovação da reforma da previdência e piora do quadro fiscal. A questão da reforma da previdência será tema de destaque desta semana, juntamente com a reunião do Comitê de Política Monetária (Copom) na próxima quarta-feira (12). Existe grande expectativa que o Copom aumente o ritmo de corte da SELIC para 100 ou 125 bps. Na semana, o Ibovespa apresentou queda de 0,60% aos 64.593 pontos. No mercado de câmbio, o Dólar se desvalorizou frente ao Real e encerrou a semana com queda de 1,26%, cotado a R$ 3,1296.

Os destaques positivos da bolsa ficaram por conta das ações da Ser Educacional, que subiram 10,73% após o anúncio de aumento na captação de alunos acima do esperado pelo mercado. Já na ponta negativa, a maior baixa ficou por conta da construtora Rossi, com desvalorização de 14,66%, após tentativa de renegociação de suas dívidas corporativas no montante de R$ 1,2 bilhão.

No mercado de juros, os vencimentos mais longos apresentaram alta por conta da piora fiscal e incerteza de aprovação da reforma da previdência. Porém os vencimentos mais curtos continuam em queda devido a possibilidade do Copom aumentar o passo de corte da SELIC. Os destaques da semana foram: Janeiro de 2018 com queda de 10 pontos; Janeiro de 2019 com alta de 1 ponto; Janeiro de 2021 alta de 5 pontos; Janeiro de 23 com queda de 7 pontos e Janeiro de 2025 com alta de 6 pontos.

SOBRE A MAPFRE - A MAPFRE Brasil, no país desde 1992, é parte do grupo espanhol que forma uma das maiores empresas de prestação de serviços nos mercados segurador, financeiro, de saúde e pesquisa do mundo. Sólida e inovadora, está presente na Europa, Ásia, África e América. Especialista nos segmentos em que atua, a MAPFRE Brasil opera com bases de negócios sustentáveis e é dividida em unidades de Investimentos, Consórcios, Capitalização, Previdência e Vida Resgatável, Saúde, Assistência e Pesquisa e Desenvolvimento (CESVI Brasil). A companhia ainda mantém a Fundación Mapfre, instituição sem fins lucrativos, que promove e desenvolve atividades de interesse geral da população.

A unidade MAPFRE Investimentos é especializada na gestão de fundos de investimentos que atendem aos segmentos de pessoa física, jurídica e institucional, totalizando hoje um volume superior a R$ 9 bilhões.

Outras informações sobre MAPFRE Investimentos:
CDN – Comunicação
Henrique Alves | + 55 11 3643-2736 | henrique.alves@cdn.com.br
Vilma Balint | + 55 11 3643-2837| vilma.balint@cdn.com.br

Voltar ao topo