Ir para o conteúdo

MAPFRE Investimentos: expectativa é de melhora no mercado de trabalho

São Paulo, 26 de setembro de 2017 – A semana será de divulgação de diferentes dados econômicos. Nos Estados Unidos, serão realizados diversos discursos de diretores do banco central e comunicado de dados revisados do PIB do segundo trimestre e números relacionados, inclusive o de gastos pessoais e seu deflator, o PCE. Estas informações darão pistas a respeito dos próximos passos de política monetária nos EUA. No Brasil, o Banco Central divulgará notas de setor externo, de crédito e de política fiscal. Por fim, será revelada a PNAD (Pesquisa Nacional de Amostra por Domicílio), que deve apontar sinais de melhora no mercado de trabalho.

Há alguns meses, a PNAD já aponta tendência de redução da taxa de desemprego. De fato, no período maio a julho foram registrados os primeiros crescimentos interanuais de população ocupada desde agosto de 2015. A renda real também apresenta sinais de aumento. De acordo com a PNAD, de maio a julho deste ano, a renda real apresentou alta de 3% ante o mesmo período de 2016.

Mas esse diagnóstico de melhora do mercado de trabalho merece ressalvas. Primeiro, porque mesmo em queda na margem, a taxa de desemprego permanece em nível elevado de dois dígitos. Em segundo lugar, porque os empregos criados no setor privado são informais. Diga-se de passagem, os empregos formais caem na comparação interanual. Além disso, a elevação da renda real decorre mais da queda da inflação do que da alta dos salários nominais. Por fim, dados dessazonalizados do Caged indicam que a evolução do saldo de empregos decorre não do aumento das admissões, mas por conta da redução das demissões.

A expectativa é de continuidade dessa gradual recuperação, com criação de empregos predominantemente informais. No mercado de trabalho formal, os níveis contidos de admissões e de demissões indicam baixa rotatividade de mão-de-obra. As contratações decorrem mais do preenchimento de vagas de trabalho já existentes do que da abertura de novas vagas. Nesse contexto de baixo dinamismo e elevada ociosidade de mão de- obra, os ganhos de salários reais resultarão da queda da inflação e não de dissídios favoráveis aos trabalhadores. Ou seja, se há alguma melhora do mercado de trabalho, ainda estamos longe da euforia.

Gestão
Ainda prevalece o clima de cautela nos mercados internacionais, com a crescente tensão entre Estados Unidos e Coreia do Norte, fato que vem refletindo nos preços dos ativos. As principais bolsas internacionais apresentaram desempenhos próximos da estabilidade. A decisão do FED (Banco Central dos EUA) de iniciar a redução do seu balanço e a sinalização de um novo aumento nas taxas de juros em dezembro provocaram forte reação da curva futura de juros norte-americana.

Por aqui, o dólar encerrou a semana com valorização frente ao real de 0,49%, sendo cotado a R$ 3,1257. O Ibovespa iniciou um movimento de realização de lucros, após um longo período de alta do mercado. A queda do preço do minério de ferro na China, que desvalorizou 11,40% na semana, motivou a correção nos ativos de siderurgia e mineração no mercado local. Com isso, as ações da CSN registraram queda de 10,41% na semana. Já pelo lado positivo, destaque para as ações da Petrobras, que acompanharam o movimento de alta do petróleo no mercado internacional.

No mercado de renda fixa local, a curva de juros operou em forte queda ao longo de toda a semana, refletindo a divulgação do IPCA-15, com inflação de 0,11% no período, abaixo do piso das projeções dos economistas. Os números do relatório de inflação, divulgados na semana também influenciaram no movimento, com os investidores ajustando suas posições para o final do ciclo de afrouxamento monetário. Os destaques da semana foram: Jan18 queda de 5,5 pontos; Jan19 queda de 25 pontos; Jan21 queda de 24 pontos; Jan23 queda de 22 pontos; Jan25 queda de 18 pontos.

SOBRE A MAPFRE - No Brasil desde 1992, a MAPFRE é parte do grupo espanhol que forma uma das maiores empresas de prestação de serviços nos mercados segurador, financeiro, de saúde e pesquisa do mundo. Sólida e inovadora, está presente nos cinco continentes. Especialista nos segmentos em que atua, a MAPFRE opera com bases de negócios sustentáveis e é dividida em unidades de Investimentos, Consórcios, Capitalização, Previdência e Vida Resgatável, Saúde, Seguros (por meio do GRUPO Segurador Banco do Brasil e MAPFRE), Assistência e Pesquisa e Desenvolvimento (CESVI Brasil). A companhia ainda mantém a Fundación MAPFRE, instituição sem fins lucrativos, que promove e desenvolve atividades de interesse geral da população. Mais informações sobre produtos e soluções: www.mapfre.com.br.

A unidade MAPFRE Investimentos é especializada na gestão de fundos de investimentos que atendem aos segmentos de pessoa física, jurídica e institucional, totalizando hoje um volume superior a R$ 10 bilhões.

Outras informações sobre MAPFRE Investimentos:
CDN Comunicação
Ana Beatriz Paschoal | + 55 11 3643-2737 | anabeatriz.paschoal@cdn.com.br
Mônica Sasso | + 55 11 3643-2837 | monica.sasso@cdn.com.br
Fernanda Monteiro | + 5511 3643-2804 | fernanda.monteiro@cdn.com.br

Voltar ao topo