Ir para o conteúdo

Vale a pena contratar seguro para apartamento?

Morar em apartamento significa contar com a segurança que os prédios podem proporcionar. Com isso, podem surgir questionamentos sobre a necessidade de contratação da apólice residencial. Será que, apesar de estar amparado pela estrutura do edifício e por um seguro de condomínio, é necessário contratar um seguro para o apartamento? Para esclarecer essas dúvidas e orientar sobre como realizar uma compra vantajosa, Tulio Carvalho, superintendente executivo de Massificados do GRUPO SEGURADOR BANCO DO BRASIL E MAPFRE, explica como funciona o produto.

“No caso do apartamento, o condomínio é responsável pelas áreas externas, mas o conteúdo da residência pertence ao morador. Por um preço competitivo, cerca de R$ 250 por ano, ou seja, menos de R$ 25 por mês, é possível adquirir coberturas para roubo, incêndio e explosão, além das assistências gratuitas, como chaveiro e serviços elétricos e hidráulicos”, comenta Carvalho.

Quais são as coberturas básicas? O seguro residencial é um contrato modular que permite a inclusão de componentes específicos para cada tipo de imóvel (casa, apartamento e veraneio). A apólice básica do GRUPO garante indenização em casos de incêndio, raio, explosão e queda de aeronave.

Quais coberturas são importantes para apartamentos? Além dos itens básicos, o seguro contempla o ressarcimento de objetos, eletrônicos e eletrodomésticos, diante de imprevistos. “A opção Danos Elétricos é um grande diferencial e um dos mais acionados pelos clientes, pois indeniza as avarias ou perdas causadas por oscilações da rede elétrica”, afirma o superintendente. Também é possível contratar coberturas para Perda ou Pagamento de Aluguel, Quebra de Vidros, Roubos e até um item especial para os empreendedores que atuam na residência: o Pequeno Empreendedor não exige CNPJ e estende as especificações previstas para o imóvel aos equipamentos relacionados à atividade da empresa.

Colisões na garagem – As vagas apertadas das garagens podem trazer dor de cabeça para os moradores. Pensando nesse tipo de problema, o GRUPO também comercializa a cobertura Veículo em Garagem, que garante o conserto do carro segurado em casos de colisões na estrutura do prédio ou mesmo em terceiros, que ocorram dentro da garagem ou em sua entrada ou saída do local.

Carvalho fala sobre a demanda desse item e explica como funciona. “Muitos clientes já procuram esse diferencial com o objetivo de garantir o pagamento dos danos ocorridos com o seu carro, em caso de incêndio e explosão no local, além de incidentes no para-choque, retrovisor e paredes que possam acontecer durante a manobra”.

A contratação do seguro residencial pode ser realizada por meio do corretor de seguros, gerente do banco ou pelo site do BB Seguros.

Voltar ao topo