Ir para o conteúdo

Quanto custa seguro residencial?

Como encontrar o seguro residencial ideal para um imóvel?

O seguro residencial é muito importante para proteger os proprietários de imóveis de uma série de incidentes inesperados. Para não ter surpresas desagradáveis, é preciso contratar o modelo de seguro mais adequado para a sua realidade.Confira a seguir algumas dicas essenciais.

1. Identifique as suas prioridades
Ao fechar um plano de seguro residencial, é comum que certas coberturas básicas já estejam inclusas na apólice, como é o caso de proteções contra incêndios, explosões e danos ocasionados por descargas elétricas. No entanto, além desses itens básicos, é preciso escolher os opcionais certos, que são as grande responsáveis por tornar um plano de seguro e personalizado para o segurado. Existem categorias de seguro residencial que oferecem possibilidade variadas de coberturas O proprietário de um imóvel localizado em uma área próxima de córregos e rios, por exemplo, precisa considerar o risco de possíveis alagamentos ou inundações na hora de escolher a cobertura de seu seguro residencial. Quem tem imóvel localizado em uma região onde ocorrem muitos roubos e furtos e roubos, por sua vez, pode contratar um opcional específico para esse tipo de situação. Já aqueles que contratam os serviços de uma empregada doméstica podem acrescentar o adicional referente à Responsabilidade Civil de Empregados Domésticos.

3. Compreenda bem a sua apólice de seguro residencial
Apesar de todos saberem disso, muitos acabam deixando de lado a importância de ler o contrato e conhecer cada detalhe presente na apólice do seguro. Essa dica é essencial para ter a certeza de que o plano está cobrindo todas as situações de risco que envolvem o referido imóvel.

Calcule o preço de seu seguro residencial
O cálculo para encontrar o valor de uma apólice residencial não é muito complexo, e exige somente algumas informações-chave. Em primeiro lugar, é necessário estimar uma média de quanto seria necessário para reconstruir o imóvel assegurado. Para isso, é preciso considerar três aspectos: o preço da reconstrução por metro quadrado, o preço gasto com o material e o valor da mão-de obra. A melhor forma de conseguir uma estimativa correta é consultando um profissional experiente nesse setor.
Também é fundamental considerar que, durante um incidente como roubos ou incêndios, o proprietário do imóvel pode perder aparelhos eletrônicos, eletrodomésticos e outros itens de valor. Por essa razão, o cálculo da apólice precisa considerar os preços desses equipamentos, que deve ser comprovados por meio de notas fiscais para reposição. As pessoas que possuem joias e obras de arte também devem considerar o valor desses itens para o cálculo.

Com o auxílio de um profissional, você seguro residencial consegue analisar esses dados corretamente e chegar a uma estimativa de quanto precisaria de indenização no caso de algum incidente. Com base nessa informação, o consultor de seguros montará um plano ideal, com todas as coberturas que se enquadram nas suas necessidades.

O seguro residencial é uma ferramenta para a proteção financeira. Essa categoria de apólice é fundamental para a segurança e estabilidade das famílias, uma vez que resguarda a moradia delas.
Voltar ao topo