Ir para o conteúdo

Quanto custa um seguro residencial contra roubo?

O seguro residencial pode ter várias coberturas, que incluem casos de incêndio, queda de raio, explosão de qualquer natureza e até mesmo queda de aeronave, na contratação básica. Além disso, em geral, a seguradora oferece diversos tipos de proteções, como contra roubo,. problemas elétricos e quebra de vidro, entre outros. Cada contratante montar um seguro com tudo o que mais precisa. O custo do seguro residencial contra roubo varia bastante de casa para cada porque depende dos bens segurados, além dos adicionais solicitados. Para saber o valor exato a ser pago por um seguro residencial contra roubo ou furto, é preciso fazer uma cotação. Seja qual for a sua necessidade, a MAPFRE tem o seguro certo para você. Contrate agora!

Como funciona a cobertura de roubo?

A cobertura do seguro será feita até o valor da apólice do seguro, ou seja, se o seu prejuízo foi de R$ 20 mil, mas o seguro tem uma apólice de R$ 10 mil, você poderá receber até R$ 10 mil. São segurados os bens que estiverem dentro da casa, além de danos causados pelos ladrões na hora da invasão, como portas e janelas arrombadas. É importante que saiba que na apólice simples não estão incluídos os seguros de joias, objetos históricos ou obras de arte. Nesses casos, caso você possua esse tipo de objetos e queira que o seguro residencialcubra, é preciso, na hora da contratação do seguro residencial, adicionar o seguro de roubo e furto de joias, objetos artísticos e históricos. Além disso, o seguro o só é válido se as joias forem guardadas em cofre, seja ele fechado com chave ou segredo e embutido em paredes ou similares. Se o cofre não for embutido na parede ele deve ter peso mínimo de 100 Kg.

O que fazer em caso de roubo em casa?

Você possui um seguro residencial contra roubo ou furto e foi vítima de um bandido? Então é preciso acionar a seguradora, para que possa ser indenizado. A primeira coisa a ser feita é ligar para 190 para chamar a polícia militar. Depois disso, faça um Boletim de Ocorrência (B.O.) em uma unidade da Polícia Civil, listando todos os itens levados,
Para ter mais comprovantes do ocorrido, é indicado fotografar o local do arrombamento, os ambientes que foram alterados pelos bandidos e os locais nos quais ficavam os objetos furtados. Feito isso, entre em contato com a seguradora.
A MAPFRE Seguros, por exemplo, atende pelos telefones: 4004-0101 (capitais e principais cidades metropolitanas) ou 0800-7050101 (demais cidades). Ao ligar, é importante ter seus dados pessoais e número da apólice do seguro em mãos. É preciso ter todas as informações sobre o ocorrido, inclusive a relação de itens roubados.
Aproveite para confirmar se o seu e-mail e telefone de contato estão atualizados no cadastro da seguradora, pois será por meio deles que a empresa entrará em contato depois. Deixe a casa como está, para que a perícia seja feita. Se, para garantir a segurança da casa, for preciso trocar fechadura ou vidro da janela, por exemplo, é importante acionar o serviço de chaveiro e/ou vigia da assistência 24 horas do seguro.
O segundo passo é esperar a visita da pessoa que fará a vistoria no imóvel. Esse profissional entrará em contato para agendar o horário e a data. Durante a visita, é importante apresentar o B.O., além de orçamentos para reposição de bens ou reparos que precisem ser feitos.
Tenha também um comprovante da existência dos bens, como notas fiscais e manuais de uso, bem como um comprovante de residência atual e RG do segurado. A terceira etapa é enviar os documentos para a seguradora, caso no dia da vistoria tenha faltado algo. Já na quarta etapa, é a hora de esperar a análise do sinistro, que é quando a seguradora avalia tudo o que o seu seguro residencial cobre.

Faça uma cotação do Seguro residencial!
Voltar ao topo