Ir para o conteúdo

Como saber se tenho seguro de vida em meu nome?

Muitas pessoas ficam em dúvida, sem saber ao certo se tem seguro de vida em seu nome. Esse questionamento é comum entre pessoas de diferentes idades. Isso acontece porque, muitas vezes, a pessoa confunde o fato de ser beneficiário de um seguro de vida com a possibilidade de ser o contratante de um seguro de vida. Sem contar que muitas empresas contratam e pagam o seguro de vida para o colaborador e ele acaba se esquecendo disso, uma vez que não é responsável pela mensalidade. Descubra como confirmar se possui um seguro de vida em seu nome e saiba a diferença entre ter um seguro e ser beneficiário de um!

Como descobrir se um membro da família tinha seguro de vida em meu nome?

O seguro de vida ajuda as pessoas em um momento traumático e complicado. Serve tanto para dar suporte financeiro para o dia a dia, quanto para pagar custos de funeral ou de documentos. É enorme a diferença entre ter um seguro de vida ou ser beneficiário de um seguro. Quando a pessoa tem um seguro de vida é porque ela contratou uma apólice, assinou o contrato e custeia o seguro. Ela escolheu seus beneficiários e, caso ela morra, as pessoas beneficiadas receberão a indenização. Assim, respondendo à pergunta “Como saber se tenho seguro de vida em meu nome?”, é preciso recordar se você, algum dia, contratou um seguro de vida. Para isso:
  • Lembre-se se foi a uma seguradora alguma vez para contratar um plano;
  • Veja se é debitado algum valor fixo automaticamente em suas contas bancárias, que seja discriminado como seguro de vida;
  • Verifique em seu contracheque se há algum desconto de parcela de seguro de vida;
  • Converse no setor de recursos humanos da sua empresa para saber se a empresa paga um seguro de vida para você.
É comum as empresas, na hora da contratação, entregarem uma apólice de seguro para as pessoas assinarem. Muitas vezes isso acontece no meio de tantos outros documentos e a pessoa acaba se esquecendo de que possui um seguro de vida. Por isso, é bom verificar! Outro questionamento comum é: “posso fazer seguro de vida em nome de outra pessoa”? Na verdade, você até pode pagar o seguro para outra pessoa, mas ela terá que assinar o documento, preencher os dados e escolher os beneficiários. Assim, não há como um parente ter feito um seguro de vida em seu nome sem que você ficasse sabendo. Do outro lado, é possível que você seja beneficiário de um seguro de vida e não tenha conhecimento. Ou seja, alguém contratou um seguro e escolheu você para receber a indenização, no caso de essa pessoa contratante morrer.

Beneficiários em seguros de vida

Para saber se é beneficiário, entre em contato com a possível seguradora, informe os seus dados pessoais, e peça para consultar. Você também pode ir ao banco de que a pessoa era cliente para saber se ela tinha seguro de vida e pedir uma consulta para saber se você era seu beneficiário. Não se esqueça de levar o atestado de óbito para isso. Vale lembrar que a pessoa que contrata o seguro pode colocar qualquer pessoa como beneficiária. Pode ser um herdeiro, cônjuge, amigo, parente distante, conhecido ou até uma instituição de caridade. No caso de a pessoa não ter escolhido um beneficiário, metade da apólice irá para o cônjuge e a outra metade será dividida entre herdeiros. Visite nosso infográfico sobre seguro de vida e decida. Chegou a hora de contratar um seguro de vida para você? As opções da Mapfre são as melhores. Contrate agora!
Voltar ao topo