Ir para o conteúdo

Dúvidas Frequentes

Enchente ou Alagamento

Roubo

Mostrar tudo

Franquia e POS são a parte da indenização que fica por conta do segurado em caso de sinistro, podendo ser um valor mínimo fixo (franquia) ou um percentual do total da indenização (POS).

Exemplo:

Sua casa é atingida por um raio durante uma tempestade e o prejuízo total é de R$ 3.000,00, porém o seguro que você contratou tem uma franquia de R$ 300,00.

Nesse caso, sua indenização total será R$ 3.000,00 (prejuízo) -  R$ 300,00 (franquia) = R$ 2.700,00.

Outro exemplo:

Sua franquia foi fixada em R$ 300,00 e sua filha esqueceu o secador de cabelo ligado, o que ocasionou um pequeno incêndio no banheiro, com um prejuízo de R$ 280,00. Nesse caso, o prejuízo é inferior à franquia e por isso você não recebe indenização.

Um  exemplo agora para explicar os casos de POS:

No caso de escolha do POS, o segurado arca com 10% do prejuízo, ou seja, se sua casa tiver algum tipo de acidente e o prejuízo for de R$ 10.000,00, sua indenização será R$ 10.000,00 (prejuízo) - R$ 1.000,00 (10% da POS) = R$ 9.000,00. 

O analista da seguradora é o responsável por verificar qual será a franquia deduzida na apuração de prejuízo. Ele realiza um cálculo sobre toda a apuração dos prejuízos e deduz a franquia que será descontada pela franquia mínima ou POS %.

A depreciação é o cálculo do desgaste de um bem físico em relação ao seu tempo de uso e estado de conservação. Você tem uma televisão de 32" com 5 anos de uso. O valor da mesma TV nova, na loja, é de R$ 1.500,00. Nesse caso, com os anos de utilização, a TV teve uma depreciação de 70%. Ou seja, o valor dela que você receberá em caso de sinistro será de R$ 1.500 -  R$ 1.050 (70% da depreciação) = R$ 450,00.

Em alguns casos permitidos pela apólice (contrato do seguro), sua cobertura poderá garantir um pagamento de indenização complementar, limitado a duas vezes o valor atual, se apresentada a nota fiscal de reposição do bem no prazo de 180 dias.

Sendo assim, o valor da indenização total, caso seja apresentada a nota fiscal de reposição, será:

Indenização total = 2 x R$ 450,00 (valor atual) = R$ 900,00.

Em hipótese alguma o valor da indenização poderá superar o valor de um equipamento novo.

¹É o preço de reposição ou reconstrução do bem sinistrado (avariado) no estado de novo.

²Valor meramente ilustrativo

É o valor que foi contratado pelo segurado como limite máximo de indenização, que poderá ser paga pela seguradora no caso de prejuízos cobertos.

É uma lista onde constam todos os bens pertencentes ao segurado, enviada na contratação da apólice e que, no momento da apuração dos prejuízos, poderá ser utilizada como comprovante de pré-existência desses bens.

Vendaval

Mostrar tudo

Franquia e POS são a parte da indenização que fica por conta do segurado em caso de sinistro (vendaval), podendo ser um valor mínimo fixo (franquia) ou um percentual do total da indenização (POS):

Exemplo:

Sua casa é atingida por um raio durante uma tempestade e o prejuízo total é de R$ 3.000,00, porém o seguro que você contratou tem uma franquia de R$ 300,00.

Nesse caso, sua indenização total será R$ 3.000,00 (prejuízo) –  R$ 300,00 (franquia) = R$ 2.700,00.

Outro exemplo:

Sua franquia foi fixada em R$ 300,00 e sua filha esqueceu o secador de cabelo ligado, o que ocasionou um pequeno incêndio no banheiro, com um prejuízo de R$ 280,00. Nesse caso, o prejuízo é inferior à franquia e por isso você não recebe indenização.

Um  exemplo agora para explicar os casos de POS:

No caso de escolha do POS, você pode optar por arcar sempre com 10% do prejuízo, ou seja, se sua casa tiver algum tipo de acidente e o prejuízo for de R$ 10.000,00, sua indenização será R$ 10.000,00 (prejuízo) –  R$1.000,00 (10% da POS) = R$ 9.000,00.

A depreciação é o cálculo do desgaste de um bem físico em relação ao seu tempo de uso e estado de conservação. Você tem uma televisão de 32" com 5 anos de uso. O valor da mesma TV nova, na loja, é de R$ 1.500,00. Nesse caso, com os anos de utilização, a TV teve uma depreciação de 70%. Ou seja, o valor dela que você receberá em caso de sinistro será de R$ 1.500 –  R$ 1.050 (70% da depreciação) = R$ 450,00.

Em alguns casos permitidos pela apólice (contrato do seguro), sua cobertura poderá garantir um pagamento de indenização complementar, limitado a duas vezes o valor do equipamento atual, se apresentada a nota fiscal de reposição do bem no prazo de 180 dias.

Sendo assim, o valor da indenização total, caso seja apresentada a nota fiscal de reposição, será:

Indenização total = 2 x R$ 450,00 (valor atual) = R$ 900,00.

Em hipótese alguma o valor da indenização poderá superar o valor de um equipamento novo.

¹É o preço de reposição ou reconstrução do bem sinistrado no estado de novo.

²Valor meramente ilustrativo

É o valor que foi contratado pelo segurado como limite máximo de indenização que poderá ser paga pela seguradora no caso de prejuízos cobertos.

É uma lista onde constam todos os bens pertencentes ao segurado, enviada na contratação da apólice e que, no momento da apuração dos prejuízos, poderá ser utilizada como comprovante de pré-existência desses bens.

Danos elétricos

Mostrar tudo

Relacione os itens danificados e, se  possível, faça o registro fotográfico; em seguida, avise a MAPFRE Seguros sobre o ocorrido, ligue para o telefone de Comunicação de Sinistro e Assistência 24h: 4004-0101 (capitais e principais cidades metropolitanas) ou 0800-7050101 (demais cidades).

Não se esqueça de verificar, no momento da comunicação do sinistro, se há algum serviço de Assistência 24 horas a ser acionado a fim de minimizar os prejuízos.

Incêndio / Explosão

Mostrar tudo

Franquia e POS são a parte da indenização que fica por conta do segurado em caso de sinistro (vendaval), podendo ser um valor mínimo fixo (franquia) ou um percentual do total da indenização (POS):

Exemplo:

Sua casa é atingida por um raio durante uma tempestade e o prejuízo total é de R$ 3.000,00, porém o seguro que você contratou tem uma franquia de R$ 300,00.

Nesse caso, sua indenização total será R$ 3.000,00 (prejuízo) –  R$ 300,00 (franquia) = R$ 2.700,00.

Outro exemplo:

Sua franquia foi fixada em R$ 300,00 e sua filha esqueceu o secador de cabelo ligado, o que ocasionou um pequeno incêndio no banheiro, com um prejuízo de R$ 280,00. Nesse caso, o prejuízo é inferior à franquia e por isso você não recebe indenização.

Um  exemplo agora para explicar os casos de POS:

No caso de escolha do POS, você pode optar por arcar sempre com 10% do prejuízo, ou seja, se sua casa tiver algum tipo de acidente e o prejuízo for de R$ 10.000,00, sua indenização será R$ 10.000,00 (prejuízo) –  R$1.000,00 (10% da POS) = R$ 9.000,00.

A depreciação é o cálculo do desgaste de um bem físico em relação ao seu tempo de uso e estado de conservação. Você tem uma televisão de 32" com 5 anos de uso. O valor da mesma TV nova, na loja, é de R$ 1.500,00. Nesse caso, com os anos de utilização, a TV teve uma depreciação de 70%. Ou seja, o valor dela que você receberá em caso de sinistro será de R$ 1.500 –  R$ 1.050 (70% da depreciação) = R$ 450,00.

Em alguns casos permitidos pela apólice (contrato do seguro), sua cobertura poderá garantir um pagamento de indenização complementar, limitado a duas vezes o valor do equipamento atual, se apresentada a nota fiscal de reposição do bem no prazo de 180 dias.

Sendo assim, o valor da indenização total, caso seja apresentada a nota fiscal de reposição, será:

Indenização total = 2 x R$ 450,00 (valor atual) = R$ 900,00.

Em hipótese alguma o valor da indenização poderá superar o valor de um equipamento novo.

¹É o preço de reposição ou reconstrução do bem sinistrado no estado de novo.

²Valor meramente ilustrativo

É o valor que foi contratado pelo segurado como limite máximo de indenização que poderá ser paga pela seguradora no caso de prejuízos cobertos.

É uma lista onde constam todos os bens pertencentes ao Segurado, enviada na contratação da apólice e que, no momento da apuração dos prejuízos, poderá ser utilizada como comprovante de pré-existência desses bens.

Voltar ao topo